"Ao contrário de muitos, não negociamos a Palavra de Deus visando a algum lucro; antes, em Cristo falamos diante de Deus com sinceridade, como homens enviados por Deus".
2 Coríntios 2.17


quinta-feira, 1 de junho de 2017

* Princípios Gerais da Bíblia - Bibliologia

Princípios Gerais da Bíblia 

Há ampla evidência de que o diabo pode pegar textos da Escritura e torcê-los para enganar as pessoas. Com certeza isso está dentro do poder de Satanás. Não é difícil colocar sons ou letras na mente de alguém, e , se satanás tem poder para fazer isso, tem poder também para colocar palavras que fazem parte da Bíblia. 

Não há nada melhor para a emoção surgir a partir de um texto bíblico do que uma historieta ou um cântico. As Escrituras não são um texto tão intocável que o diabo não ouse abusar ou tocar nelas. Ele ousou desafiar o próprio Cristo no deserto, levou-o daqui para lá, para o alto de uma montanha e para o pináculo do templo. Ele não tem medo de tocar na Escritura nem de torcer seu significado para atingir seus propósitos. 

Podemos ver como ele citou um texto após o outro para Cristo na tentativa de enganá-lo. Da mesma forma, ele pode tentar enganar as pessoas hoje com textos bíblicos. Pode citar uma pilha de promessas escriturísticas a um pobre pecador enganado e aplicá-las de maneira incorreta, usando-as para remover dúvidas que surjam, ou para confirmar alegria e confiança falsas. 

Da mesma forma, professores corruptos e falsos podem distorcer a Escritura, e o fazem, levando à destruição deles mesmos e também dos outros e de muitos fiéis. (II Pe 3.16). Vemos como usam com liberdade a Palavra, sem considerar nenhum trecho precioso ou sagrado demais para temerem torcer o seu significado, para ruína eterna de multidões. O coração humano é enganoso como o diabo, e o Ser Humano usam as mesmas armas para enganar. 

Alguns princípios a tomar: 

1- Trabalhe partindo da pressuposição de que a Bíblia tem autoridade.
2- A Bíblia é Seu interprete
3- A fé e o Espírito Santo são indispensáveis para a compreensão e interpretação da Bíblia. Jo11:43
4- Não interprete a Escritura a luz da experiência pessoal.

Meus amados irmãos. Entendam que a leitura da Palavra de Deus é fundamental para sua vida e ministério, e sem ela não há nenhuma diferença entre você e o não cristão, porque o que caracteriza um bom e autêntico cristão é o seu relacionamento com Deus e com a Bíblia, portanto, precisamos resgatar o nosso compromisso com a Bíblia mais do que nunca.

Leia o livro: Uma fé mais forte do que as emoções / Jonathan Edwards.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

💪 Nós aprendemos com Jesus que a verdadeira masculinidade não é simplesmente manter nossos narizes limpos e nossa casa em ordem. A verdadeira masculinidade significa enxergar além de nós mesmos para amar nosso próximo – e nosso próximo é qualquer um que encontramos em necessidade. O homem de verdade livremente doa seu tempo, recursos, atenção, energia e apoio emocional para aqueles que precisam, sem se preocupar em como eles podem retribuir. Seja você casado ou solteiro, se você não está servindo ao seu próximo abnegadamente e sacrificialmente, você não está exercendo completamente a masculinidade bíblica.

Phillip Holmes



Postagens populares

.

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!
Você deseja honrar o corpo de Cristo? Não o ignore quando ele está nu. Não o homenageie no templo vestido com seda quando o negligencia do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele que disse "Este é o meu corpo" é o mesmo que diz "Tu me vistes faminto e não me destes comida" e «quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)... Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando seu irmão está morrendo de fome? Comeces satisfazendo a fome dele e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar.

João Crisóstomo, Comentário sobre Mateus

♛ Uma das características mais recorrentes das homilias de João Crisóstomo (347-407) é sua ênfase no cuidado com os necessitados. Ecoando temas do Evangelho de Mateus, ele exorta os ricos a abandonarem o materialismo para ajudar os pobres, empregando todas as suas habilidades retóricas para envergonhar os ricos e obrigá-los a abandonar o consumismo mais conspícuo:


“Honras de tal forma teus excrementos a ponto de recebê-los em vasilhas de prata quando outro homem criado à imagem de Deus está morrendo de frio?”


— João Crisóstomo


-

OREM PELOS CRISTÃOS

OREM PELOS CRISTÃOS