"Ao contrário de muitos, não negociamos a Palavra de Deus visando a algum lucro; antes, em Cristo falamos diante de Deus com sinceridade, como homens enviados por Deus".
2 Coríntios 2.17


quinta-feira, 1 de junho de 2017

* A Bíblia e as Seitas - Bibliologia


A Bíblia e as Seitas

2 Pedro 2:1-3

Toda heresia origina-se de uma distorção na interpretação do texto bíblico. Por isso, a melhor forma de tornar-se invulnerável aos falsos ensinos é saber usar com destreza a “espada do Espírito, que é a Palavra de Deus”, Efésios 6:17.

I- NÃO ACEITAÇÃO DA AUTORIDADE DAS ESCRITURAS

A autoridade das Escrituras foi um dos pilares da Reforma religiosa do século XVI. Ensinaram os reformadores que a Bíblia é a Palavra de Deus, nossa única regra de fé e prática. No entanto, não são todos que se curvam diante dela. Vejamos algumas atitudes com relação à Palavra:

1. Ignorar o texto sagrado: O catolicismo lidera a fileira daqueles grupos que usam a Bíblia apenas como peça decorativa. Em um debate apresentado em rede nacional de televisão, um padre disse que a Bíblia é uma “fonte de princípios morais”, mas que não se pode afirmar que é a Palavra de Deus.

Isso expõe a verdadeira posição da Igreja Católica em relação à Bíblia. A discrepância entre a doutrina católica e os ensinos bíblicos é tão grande que basta a qualquer fiel bem intencionado começar a ler a Bíblia que logo estará abandonando sua religião. Foi exatamente por isso que durante muito tempo a Igreja Católica usou toda a sua influência e poder para ocultar a Bíblia de seus fiéis.

Hoje, como isso não é Mais possível, resolveu mudar sua aparência, imitando os evangélicos. Alguns segmentos orientam seus fiéis a carregarem a Bíblia, dizem crer nos dons espirituais e apropriam-se dos cânticos criados pelos evangélicos. Mas ninguém se engane, pois a essência continua a mesma: paganismo vestido de Cristianismo.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o catolicismo não é sinônimo de Cristianismo. Desenvolveu-se a partir do IV século, quando o imperador Constantino abriu as portas da Igreja para o sincretismo religioso. Desde então, catolicismo, espiritismo e paganismo vivem em perfeita harmonia.

2. SUBSTITUIR O TEXTO SAGRADO

Os Mórmons exemplificam aqueles que acreditam ter uma revelação superior à da Bíblia Sagrada. Defendem que a Bíblia foi revelada para os judeus e o Livro dos Mórmons para nós.

3. USAR OUTROS TEXTOS TIDOS COMO SAGRADOS, ALÉM DA BÍBLIA

Os Adventistas, por exemplo, adicionaram outros livros e revelações à base de sua fé. Para eles e para outros grupos, a Bíblia não é suficiente como revelação de Deus. Na verdade, esses escritos adicionais passaram a ter mais autoridade, para esses grupos, que a própria Bíblia. Agir assim é trocar o sagrado pelo humano. É abandonar o infalível e contentar-se com o falível. Mas não se engane, todos serão julgados pela Palavra de Deus, Jo 5:38,39; 6:67-69; 12:47-49; 15:22.

“ Abandonar as Escrituras Sagradas e iludir-se com invenções humanas é cometer o mesmo erro que o povo de Israel nos dias do profeta Jeremias. É a mesma coisa que deixar a fonte de água viva e cavar para si cisternas rasas e vazias, Jr 2:12,13; 2 Pe 1:16.

4. ALTERAR DO TEXTO SAGRADO 

A Bíblia é a Palavra de Deus e não pode ser modificada, Dt 4:2. Ela permanece eternamente sem que caia sequer um til, 1 Pe 1:23-25; Mt 24:35; Lc 16:16,17. Qualquer alteração é terminantemente proibida pelo próprio Deus e representa imensos perigos espirituais, Ap 22:6,18,19.

Apesar disso, a seita das chamadas “ Testemunhas de Jeová”, com sua versão espúria da Bíblia, a tradução do Novo Mundo das Escrituras Sagradas, é o exemplo mais conhecido atualmente de alteração do texto sagrado para defesa de princípios antibíblicos. Veja, por exemplo, como traduzem Jo 1:1: “ No princípio era a Palavra , e a Palavra estava com o Deus, e a Palavra era deus”. Observe, também, Jo 1:14: “ De modo que a Palavra se tornou carne e residiu entre nós, e observamos a sua glória, uma glória tal como a de um filho unigênito dum pai”[ grifo nosso, para dar ênfase]. Expressões assim são usadas para negar a divindade de Jesus.

As testemunhas de Jeová também negam que o Espírito Santo seja uma pessoa, conforme cremos. Por isso, em textos como Atos 1:8; 13:2, etc, o nome Espírito Santo é grafado com letras minúsculas.

As pessoas da Trindade têm funções primordiais diferentes em relação ao mundo. Quando o universo foi criado, Deus Pai proferiu as potentes palavras criadoras que o geraram; Deus Filho foi o agente divino que executou essas palavras ( Jo 1:3; 1 Co 8:6; Cl 1:16; Hb 1:2) e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas” ( Gn 1:2).

A tradução das testemunhas de Jeová é resultado de uma distorção intencional do texto bíblico com a finalidade de fazer a Bíblia encaixar em suas doutrinas, uma vez que seus ensinos jamais acharão guarida nas Escrituras Sagradas.

II- A MÁ INTERPRETAÇÃO DO TEXTO SAGRADO

O surgimento da maioria das seitas heréticas decorre de distorções e interpretações incorretas das Escrituras. Normalmente o texto é analisado fora de seu contexto original e a ele é dado um significado novo que o amolda às intenções de cada grupo herético, 2 Pe 3:16.

Por problemas na interpretação do texto é que existem Igrejas que acreditam ser antibíblica a função de pastor ( Ef 4:11-16), a entrega dos dízimos ( Ml 3:8-11; Mt 23:23), o batismo na forma ensinada por Jesus (Mt 28: 18-20), a doutrina da tri- unidade divina. Por isso, o cristão sincero deve estudar a Bíblia com seriedade, procurando um entendimento correto da Palavra.

Aqueles que acreditam ter uma palavra melhor que a de Deus e substituem as Escrituras pelo fruto de sua própria imaginação cometem o mesmo erro do rei Saul. Ele tinha uma palavra expressa da parte de Deus, mas resolveu alterá-la, 1 Sm 13:13. Acreditou que obteria melhores resultados. Entretanto, a conseqüência imediata foi rejeição diante de Deus, 1 Sm 15: 18-23. Daí para frente acumulou derrota após derrota, até cometer suicídio.

A observação é como um cirurgião abrindo uma região afetada. Ele verifica um tumor, ou talvez uma hemorragia, um tecido com pigmentação anormal ou uma obstrução. A averiguação surge as perguntas: “ Que significa isso? Como pode ser explicado? Que tipo de tumor deve ser? Qual a causa da hemorragia? Por que o tecido está com essa coloração? Por que está havendo esta obstrução aqui?”. Devemos manejá-lo os textos bíblicos corretamente ( 2 Tm 2:15).

Se não aplicarmos as Escrituras, estaremos encurtando o processo como um todo e deixando incompleto o que Deus deseja que façamos.

O verdadeiro objetivo do estudo da Bíblia é a assimilação íntima, não a simples percepção mental. Somente assim o crente pode crescer espiritualmente.

A interpretação da Bíblia é uma das questões mais importantes que os cristãos enfrentam hoje. Dela resulta o que cremos, como vivemos, como nos relacionamos e o que temos a oferecer ao mundo. Quando transmitimos a Palavra de Deus, seja em aconselhamentos individuais, seja ensinando na escola dominical ou num grupo de estudo bíblico, seja pregando etc, o conhecimento que passamos com base no nosso entendimento das Escrituras, sem dúvida alguma, influenciará outras pessoas. Suas vidas estão em nossas mãos, ou seja, a nossa responsabilidade de ensinarmos a verdade, de fazermos verdadeiros discípulos.

Uma questão muito importante. Quando a Bíblia não é interpretada corretamente, a teologia de um indivíduo ou de toda uma igreja, pode ser desorientada ou superficial, e seu ministério desequilibrado.


Estudo ministrado na EBD, por Michael Rossane.
Série estudos Bíblicos-62 ; Ed. Aleluia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

💪 Nós aprendemos com Jesus que a verdadeira masculinidade não é simplesmente manter nossos narizes limpos e nossa casa em ordem. A verdadeira masculinidade significa enxergar além de nós mesmos para amar nosso próximo – e nosso próximo é qualquer um que encontramos em necessidade. O homem de verdade livremente doa seu tempo, recursos, atenção, energia e apoio emocional para aqueles que precisam, sem se preocupar em como eles podem retribuir. Seja você casado ou solteiro, se você não está servindo ao seu próximo abnegadamente e sacrificialmente, você não está exercendo completamente a masculinidade bíblica.

Phillip Holmes



Postagens populares

.

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!
Você deseja honrar o corpo de Cristo? Não o ignore quando ele está nu. Não o homenageie no templo vestido com seda quando o negligencia do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele que disse "Este é o meu corpo" é o mesmo que diz "Tu me vistes faminto e não me destes comida" e «quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)... Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando seu irmão está morrendo de fome? Comeces satisfazendo a fome dele e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar.

João Crisóstomo, Comentário sobre Mateus

♛ Uma das características mais recorrentes das homilias de João Crisóstomo (347-407) é sua ênfase no cuidado com os necessitados. Ecoando temas do Evangelho de Mateus, ele exorta os ricos a abandonarem o materialismo para ajudar os pobres, empregando todas as suas habilidades retóricas para envergonhar os ricos e obrigá-los a abandonar o consumismo mais conspícuo:


“Honras de tal forma teus excrementos a ponto de recebê-los em vasilhas de prata quando outro homem criado à imagem de Deus está morrendo de frio?”


— João Crisóstomo


-

OREM PELOS CRISTÃOS

OREM PELOS CRISTÃOS