"Ao contrário de muitos, não negociamos a Palavra de Deus visando a algum lucro; antes, em Cristo falamos diante de Deus com sinceridade, como homens enviados por Deus".
2 Coríntios 2.17


domingo, 21 de maio de 2017

* O Termo Apóstolos nas Escrituras / Atos 1.26


 Os Apóstolos - Atos 1.26


Ainda que os Evangelhos chamem as mesmas pessoas de "discípulos" e "apóstolos", os termos não são sinônimos. "Discípulo" significa "aluno" "aquele que aprende"; "apóstolo" significa "emissário e representante", alguém enviado com a autoridade daquele que o enviou. (Mt 10.1-2 ; Lc 6.13; Ap 21.14)

Os doze apóstolos como distintos dos apóstolos (mensageiros) das igrejas II Co 8.23, e do restante dos díscipulos, foram escolhidos e enviados por Jesus (Mc 3.14), exatamente como o próprio Jesus o "apóstolo" da nossa confissão, que foi preordenado e enviado pelo Pai (I Pe 1.20; Mc 3.14).

Assim como rejeitar Jesus é rejeitar o Pai, também rejeitar os apóstolos é rejeitar Jesus (Lc 10:16).

Paulo, o apóstolo dos gentios (Rm 11.13; Gl 2.8), declara-se como um apóstolo nas palavras de abertura da maioria de suas cartas. Pelo fato de ter visto Cristo no caminho de Damasco e ter sido comissionado por Ele (At 26.16-18), ele foi tão verdadeiramente uma testemunha da ressurreição de Jesus, que um apóstolo tinha de ser, (At 1.21-22 ; 10.41-42), como foram todos os outros. Tiago, Pedro e João aceitaram Paulo no colégio apostólico (Gl 2.9), e Deus confirmou sua condição de apóstolo pelos sinais de um apóstolo (milagres e sinais, II Co 12.12; Hb 2.3-4) e pelos frutos do seu ministério (I Co 9.2).

Os apóstolos foram agentes de Deus na revelação das verdades que se tornariam a regra de fé e de vida cristãs. Como tais e através da escolha deles feita por Cristo como seus representantes autorizados (II Co 10:8; 13.10), os apóstolos exerceram uma autoridade peculiar na igreja.

Não há apóstolos hoje e nem apóstolas, ainda que alguns cristãos realizem ministérios que, de modo particular, são apostólicos em estilo e títulos. Nenhuma nova revelação canônica está sendo dada; a autoridade do ensino apostólico reside nas Escrituras canônicas. A ausência de nova revelação não coloca a Igreja contemporânea em desvantagem quando comparada com a Igreja dos dias dos apóstolos, porque o Espírito Santo interpreta e aplica as Escrituras ao povo de Deus continuamente.

Bíblia de Estudo de Genebra



Nenhum comentário:

Postar um comentário

💪 Nós aprendemos com Jesus que a verdadeira masculinidade não é simplesmente manter nossos narizes limpos e nossa casa em ordem. A verdadeira masculinidade significa enxergar além de nós mesmos para amar nosso próximo – e nosso próximo é qualquer um que encontramos em necessidade. O homem de verdade livremente doa seu tempo, recursos, atenção, energia e apoio emocional para aqueles que precisam, sem se preocupar em como eles podem retribuir. Seja você casado ou solteiro, se você não está servindo ao seu próximo abnegadamente e sacrificialmente, você não está exercendo completamente a masculinidade bíblica.

Phillip Holmes



Postagens populares

.

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!
Você deseja honrar o corpo de Cristo? Não o ignore quando ele está nu. Não o homenageie no templo vestido com seda quando o negligencia do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele que disse "Este é o meu corpo" é o mesmo que diz "Tu me vistes faminto e não me destes comida" e «quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)... Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando seu irmão está morrendo de fome? Comeces satisfazendo a fome dele e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar.

João Crisóstomo, Comentário sobre Mateus

♛ Uma das características mais recorrentes das homilias de João Crisóstomo (347-407) é sua ênfase no cuidado com os necessitados. Ecoando temas do Evangelho de Mateus, ele exorta os ricos a abandonarem o materialismo para ajudar os pobres, empregando todas as suas habilidades retóricas para envergonhar os ricos e obrigá-los a abandonar o consumismo mais conspícuo:


“Honras de tal forma teus excrementos a ponto de recebê-los em vasilhas de prata quando outro homem criado à imagem de Deus está morrendo de frio?”


— João Crisóstomo


-

OREM PELOS CRISTÃOS

OREM PELOS CRISTÃOS