"Ao contrário de muitos, não negociamos a Palavra de Deus visando a algum lucro; antes, em Cristo falamos diante de Deus com sinceridade, como homens enviados por Deus".
2 Coríntios 2.17


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

* Posso Ser Fiel a Deus e Popular na Escola? John Piper


Um jovem ouvinte do podcast, chamado John, escreve para perguntar: "Olá Pastor John! Estou no ensino médio. Na escola eu quero que gostem de mim – até mesmo que me vejam como descolado – mas eu também tenho medo de o ‘querer ser popular’ me levar para o pecado. Como posso viver de forma piedosa e ser popular?"
Estou feliz por ele se sentir assim, porque isso é certo. Eu acho que ser impulsionado pela popularidade é mortal. O problema de querer ser legal em nossa cultura é que o descolado é quase sempre definido pelo tolo. Então, é quase sempre: Descolado = Abobado.
Se você quer saber o que é um tolo, leia o livro de Provérbios na Bíblia. Na verdade, eu acho que todo adolescente, especialmente meninos, deve ler Provérbios repetidamente, por causa de quão claramente os Provérbios expõem a estupidez de muito que é considerado legal. Eles fazem o cara legal que está com uma garota diferente a cada fim de semana parecer um boi indo para o matadouro, que aliás realmente está (Provérbios 7:22).
Não é legal. Isso parece legal. Todo mundo acha que é legal. A TV vai dizer-lhe que é legal. Filmes vão dizer que é legal. Seus amigos vão dizer que é legal. E claramente não é legal considerá-lo como não legal. Deus diz que ele é um boi indo para o matadouro, onde sua garganta vai ser cortada – e isso não vai parecer legal no final. Você pode ser sábio. Deus é muito sábio. E você deve confiar no que Deus diz sobre o que é legal.
Agora, que tal deixar Jesus definir o que é legal? Quero dizer, realmente, muito legal – eternamente legal, visto como legal pelos mais inteligentes, mais fortes, mais sábios do mundo. Eis o que seria um exemplo: "Jesus, chamando-os a si, disse-lhes: Sabeis que os que julgam ser príncipes dos gentios, deles se assenhoreiam, e os seus grandes usam de autoridade sobre eles; mas entre vós não será assim; antes, qualquer que entre vós quiser ser grande” – agora, substitua o que quer que seja popular entre vocês, porque eu acho que grande é tão bom ou dez vezes melhor que “popular” – “será vosso serviçal; e qualquer que dentre vós quiser ser o primeiro" – e/ou descolado – "será servo de todosPorque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos." (Marcos 10: 42-45).
Assim, a essência do descolado – popular diante de Deus, popular diante das pessoas mais sábias e inteligentes do mundo – a essência do descolado é ser tão equilibrado e tão satisfeito e tão em paz e tão saciado e tão maduro e tão confiante e tão alegre e tão corajoso em Cristo que você está liberto, você está livre da insanidade do tolo que pensa que ser legal vem da roupa que se veste. Quero dizer, isso é loucura. Ou o seu cabelo. Vamos lá. Ou a que filmes você assiste ou jogos eletrônicos que você joga ou o telefone que você tem. Isso é insanidade.
Você é um ser humano criado à imagem do Deus Todo-Poderoso, destinado a viver para sempre e sempre e sempre no inferno ou no céu. Nada poderia ser mais estúpido do que pensar que o seu significado, seu valor, sua grandeza, sua popularidade está no que as pessoas pensam sobre sua aparência externa em vez de o que eles pensam sobre sua realidade interior que vai viver para sempre e sempre e sempre. Então, seja um daqueles adolescentes que acorda da loucura da mentalidade de gado sendo conduzido, a qual todo o rebanho está indo direto para o desfiladeiro, porque algum touro legal ou alguma novilha bonita está lá, liderando o caminho em direção à queda do precipício.
Aqui está o problema como eu costumo ver: A maioria dos adolescentes em geral – oh, eu espero que você seja uma exceção a isso. Espero que todos os que estão ouvindo sejam uma exceção a isso. Mas a maioria dos adolescentes em geral não está fazendo nada de real significado. Eles estão jogando esportes. Eles estão indo para festas. Eles estão assistindo a filmes. Eles estão jogando videogames. Eles estão limpando o quarto. Eles estão saindo. Eles estão pensando em seus computadores. Eles estão fazendo um pouco do dever de casa. E uma vez que ninguém está fazendo qualquer coisa de real significado, descolado tem que ser definido em coisas tolas, superficiais, estúpidas como roupas que se vestem ou espertezas ou formas de andar. Grande porcaria. Mas e se os jovens cristãos começassem a fazer coisas que são realmente significativas com suas vidas – começassem a ser como Jesus, servindo outras pessoas ao invés de pensar que a popularidade está em como você se veste, fazendo a diferença no mundo?
Deixe-me dar-lhe um exemplo louco apenas para ajudá-lo a sentir o que eu sinto quando falo de serviço real, real significado, real fama neste mundo. O ano é 1945. Segunda Guerra Mundial está destruindo tudo. Milhares de adolescentes queriam lutar, e eles eram muito jovens. Jack Lucas rapidamente conseguiu entrar para a Marinha aos 14 anos em 1942, enganando os recrutas porque ele era simplesmente muito alto. E ele pegou mais tarde um transporte saindo de Honolulu indo para Iwo Jima, e sobreviveu no barco porque simpáticos fuzileiros lhe deram de comer.
Agora, ele tem 17 anos. Ele fez tudo isso há três anos. Tem 17 anos, infiltrado no barco, e no dia D quando eles desembarcaram – e você tem que lembrar que 6.800 soldados americanos estão enterrados nesta pequena ilha de Iwo Jima, e muitos deles, talvez a maioria, eram adolescentes: 18 ou 19 anos de idade – ele chegou sem armas, porque nem sequer sabiam que ele estava no barco. Ele pegou uma que estava jogada na praia e começou a avançar em combate.
É o dia D com um a mais. Jack e três companheiros estão rastejando através da trincheira quando oito japoneses surgiram na frente deles. Jack atirou na cabeça de um. Seu rifle travou. Enquanto ele está lutando, uma granada cai aos seus pés. Ele grita avisando aos outros, força a granada por debaixo de si, e imediatamente outra aparece. Jack, 17 anos, cai em ambas as granadas. "Você vai morrer", lembrou-se de pensar.
Então, a bordo do navio depois, o navio samaritano, os médicos mal podiam acreditar. "Talvez ele fosse jovem demais, durão demais para morrer", disse um deles. Ele sofreu 21 operações de reconstrução e tornou-se o mais jovem da nação a receber uma medalha de honra – o único calouro do ensino médio a recebê-la. Agora, quando eu li isso, minha coluna vertebral formigou. Eu tenho 70 anos, e minha espinha treme. Eu não quero desperdiçar minha vida em popularidade – 10.000 vezes mais descolado do que ter o cabelo torcido apenas para que ninguém pense que você é tão ultrapassado. A essência bíblica do descolado é tão satisfeita e amadurecida em Cristo, que você é liberto da insanidade da tolice.
Então, meu desafio simples para John, e outros milhares como ele, é: Não tente ser descolado. E não tente ser impopular – que também não é a meta. Nenhuma delas é. Tente ser livre da mentalidade do rebanho, e seja um servo radical. Concentre-se não no que você não vai fazer ou não vai ser, mas concentre-se no que você vai ser – as coisas que você vai fazer para o bem dos outros. Aquele que quer ser grande, descolado, disse Jesus, deve ser o servo de todos, como Jesus que morreu pelos outros para que pudessem viver. O que seria isso em sua escola, igreja, bairro? Isso transformaria todo o seu foco na comunidade. Como posso servir alguém hoje? E não “como posso fazer alguém gostar de mim hoje?”. Que louca, radical e maravilhosa revolução! E eu apenas digo: John, lidere o caminho do seu rebanho.

Autor: John Piper
Tradução: Moacir Campos







Nenhum comentário:

Postar um comentário

💪 Nós aprendemos com Jesus que a verdadeira masculinidade não é simplesmente manter nossos narizes limpos e nossa casa em ordem. A verdadeira masculinidade significa enxergar além de nós mesmos para amar nosso próximo – e nosso próximo é qualquer um que encontramos em necessidade. O homem de verdade livremente doa seu tempo, recursos, atenção, energia e apoio emocional para aqueles que precisam, sem se preocupar em como eles podem retribuir. Seja você casado ou solteiro, se você não está servindo ao seu próximo abnegadamente e sacrificialmente, você não está exercendo completamente a masculinidade bíblica.

Phillip Holmes



Postagens populares

.

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!
Você deseja honrar o corpo de Cristo? Não o ignore quando ele está nu. Não o homenageie no templo vestido com seda quando o negligencia do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele que disse "Este é o meu corpo" é o mesmo que diz "Tu me vistes faminto e não me destes comida" e «quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)... Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando seu irmão está morrendo de fome? Comeces satisfazendo a fome dele e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar.

João Crisóstomo, Comentário sobre Mateus

♛ Uma das características mais recorrentes das homilias de João Crisóstomo (347-407) é sua ênfase no cuidado com os necessitados. Ecoando temas do Evangelho de Mateus, ele exorta os ricos a abandonarem o materialismo para ajudar os pobres, empregando todas as suas habilidades retóricas para envergonhar os ricos e obrigá-los a abandonar o consumismo mais conspícuo:


“Honras de tal forma teus excrementos a ponto de recebê-los em vasilhas de prata quando outro homem criado à imagem de Deus está morrendo de frio?”


— João Crisóstomo


-

OREM PELOS CRISTÃOS

OREM PELOS CRISTÃOS