sábado, 21 de janeiro de 2017

Acervo da Teologia

Profecias de Casamento - Jonas Gonçalves

                


Profetada
Imagem de Marcinho Alves
 Há diversas ocasiões onde pessoas se casaram porque alguém “Profetizou” que Deus disse qual seria o moço ou a moça correta para se casarem, uma opinião minha que quero deixar neste texto, opinião formada não do nada logicamente mais através de testemunhos que eu ouvi e também, grandes homens pastores e estudiosos da palavra, que também analisam esta situação da mesma forma.

            Falar sobre relacionamentos já é algo difícil, ainda mais sobre o casamento onde duas pessoas viveram ou pelo menos se espera que vivam até que a morte os separe. Pense comigo esta instituição casamento foi estabelecida com um prazo de duração muito grande! Só poderá ser desfeita quando alguém, ou melhor, um dos dois morrerem ou até mesmo os dois.

            Já vi sim profecias deste tipo, já presenciei varias situações assim, e no inicio eu não dava tanta importância assim ao assunto, mas depois de ver que muitos casais que se uniram por causa dessas profecias acabaram infelizes, pois foram unidos por palavras de outras pessoas, não um falando com o outro para se conhecerem (casal).

            De fato lendo a bíblia nesta manhã de domingo me deparei com uma situação na bíblia especificamente no livro de Rute, creio que todos conhecem este livro ou pelo menos todo cristão deveria conhecer, nesta ocasião Rute já se encontrava em Belém, com sua sogra Noemi (pois como sabem Noemi já havia perdido o marido e os dois filhos pois ambos morreram na terra de Moabe). E no capitulo 2 do livro de Rute especificamente no versículo 2, as palavras de Rute para sua sogra me deixaram a pensar.


“E Rute, a moabita, disse a Noemi: Deixa-me ir ao campo, e apanharei espigas atrás daquele em cujos olhos eu achar graça. E ela disse: Vai, minha filha.” Rute 2:2

            Note que eu grifei no versículo onde Rute diz o seguinte “cujos olhos eu achar graça”, isto me leva a entender que Rute não buscou por profecias, não esperou ninguém dizer pra ela “EIS QUE TE DIGO”, muito pelo contrário, Rute foi ao campo colher espigas de milho, e deixou bem claro que ela iria procurar alguém que ela gostasse, alguém que quando ela olhar lhe agrade, que ela se sinta bem, alguém belo aos olhos dela. Rute buscou o melhor pra ela e não o que os outros diziam que era melhor pra ela.

            Quero que você me entenda que eu acredito sim em profecias, curas, milagres, mas como todo bom cristão devemos estar atentos pois certas coisas somos nós que decidimos, principalmente em relacionamentos, pois afinal um casamento não é um dia ou dois, ou apenas uns anos mas sim para a vida toda.

            Não sei se você se encontra nesta situação, mas se estiver assim pense e analise se é o melhor para você, não estou dizendo para largar o namorado ou a namorada, longe de mim este fardo, mas tanto ele como ela, devem sim pensar em si e nos dois como num todo, pois afinal é uma vida que passaram juntos.

            Este é o meu pensamento, minha humilde opinião, e meu desejo a todos os casais é que sejam felizes e que vivam uma vida plena em Cristo Jesus. Fiquem com Deus meus amigos! 


Por: Jonas Gonçalves


Acervo da Teologia

About Acervo da Teologia -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :