"AO CONTRÁRIO DE MUITOS, NÃO NEGOCIAMOS A PALAVRA DE DEUS VISANDO A ALGUM LUCRO; ANTES, EM CRISTO FALAMOS DIANTE DE DEUS COM SINCERIDADE, COMO HOMENS ENVIADOS POR DEUS". 2 Coríntios 2. 17



segunda-feira, 17 de outubro de 2016

* Igreja Missionária ou Igreja que Torce para Missionários? Lucas Batista Pinheiro - Biografia


           Igreja Missionária ou Igreja que Torce para Missionários?

Missão não é um Departamento jogado ao canto da Igreja. Missões também não é responsabilidade única de um grupo específico. A Razão da Igreja é Missões. A Igreja nasceu das Missões, vive pelas Missões e estará fazendo Missão até que Jesus volte e todos os povos O adorem. A pergunta que fica é: Onde está nossa responsabilidade em relação às Missões. Diante desse tema a Igreja só tem três opções: Orar, Enviar ou sustentar as missões e por que não Orar, enviar e sustentar?! 

A questão é que muitas vezes estamos apáticos diante da realidade missionária mundial, estamos enclausurados em nosso mundinho particular, confortáveis com nosso cristianismo pessoal e satisfeitos com a nossa vivência individualista da fé. Nada nos toca, nada nos mobiliza, apenas nossos próprios interesses.

Há hoje quem está morrendo por falar o nome de Jesus, há povos que sequer sabem que um dia houve um homem chamado Jesus e que ele morreu numa cruz para nos salvar e ressuscitou vencendo a morte por amor a nós.

Muitas vezes nós ignoramos essa realidade. E passamos de igreja missionária para igreja que torce por missionários. Torce para que um dia alguém chegue a uma tribo distante, ou um a povo não alcançado. Torcemos, mas nada fazemos. E o que pode ser feito? Podemos nos comprometer orando pelos missionários sustentados pela nossa igreja, orando pelos missionários espalhados pelo mundo sofrendo perseguições diárias para falar o nome de Jesus, podemos apoiar ações missionárias, agências missionárias, o conselho missionário. Podemos perguntar a Deus o que Ele quer de nós em relação às missões. O que Ele quer da Igreja!

A Igreja Evangélica no Brasil tem segundo o censo de 2010 do IBGE, mais de 42 milhões de pessoas, será que temos feito nosso papel em relação à Missão? Quantos povos foram alcançados por nossos testemunhos? Quem mais está adorando  Jesus por nossa iniciativa de falar? O que estamos fazendo com o “IDE” que Jesus ordenou?

Que possamos fazer mais do que estamos fazendo hoje. Que Deus nos ajude a mudar o pensamento existente de que Missões é algo à parte da Igreja reservado apenas a alguns, que saiamos da torcida organizada pelos missionários e façamos algo concreto pelo campo missionário ou até mesmo entrar em campo. O mundo tem sede de Deus. Isso é urgente. Podemos ficar só torcendo ou podemos agir.

Lucas Batista Pinheiro


     Artigos     

* Estabelecendo a Cultura Cristã 




Cristão. Nasceu em Brasília-DF em 1990, é Analista de Administração Pública e Orçamento Público, graduado em Gestão Pública. Casado e tem uma filha. Membro do Partido as Social Democracia Brasileira (PSDB) desde 2010 e Secretário de Ação Social da Juventude do PSDB no Distrito Federal.

Blog: Venha Teu Reino 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

500 ANOS DA REFORMA

500 ANOS DA REFORMA

Postagens populares

.

E SE FOSSE VOCÊ?

E SE FOSSE VOCÊ?

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!
Você deseja honrar o corpo de Cristo? Não o ignore quando ele está nu. Não o homenageie no templo vestido com seda quando o negligencia do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele que disse "Este é o meu corpo" é o mesmo que diz "Tu me vistes faminto e não me destes comida" e «quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)... Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando seu irmão está morrendo de fome? Comeces satisfazendo a fome dele e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar.

João Crisóstomo, Comentário sobre Mateus

♛ Uma das características mais recorrentes das homilias de João Crisóstomo (347-407) é sua ênfase no cuidado com os necessitados. Ecoando temas do Evangelho de Mateus, ele exorta os ricos a abandonarem o materialismo para ajudar os pobres, empregando todas as suas habilidades retóricas para envergonhar os ricos e obrigá-los a abandonar o consumismo mais conspícuo:


“Honras de tal forma teus excrementos a ponto de recebê-los em vasilhas de prata quando outro homem criado à imagem de Deus está morrendo de frio?”


— João Crisóstomo