"AO CONTRÁRIO DE MUITOS, NÃO NEGOCIAMOS A PALAVRA DE DEUS VISANDO A ALGUM LUCRO; ANTES, EM CRISTO FALAMOS DIANTE DE DEUS COM SINCERIDADE, COMO HOMENS ENVIADOS POR DEUS". 2 Coríntios 2. 17



quinta-feira, 16 de junho de 2016

* Ore por Paz na Síria











A igreja na Síria 📢 🏥


A Síria é muito significativa na história do cristianismo. Paulo se converteu a Cristo enquanto estava a caminho de Damasco, estabelecendo a primeira igreja organizada cristã de Antioquia, na antiga Síria. Há indícios de que existiam cristãos na Síria antes mesmo da conversão do apóstolo Paulo, já que ele estava a caminho de Damasco para capturar possíveis cristãos quando se converteu (Atos 9.1-19).

A Igreja Ortodoxa Grega afirma que sua história na região remonta à época da queda de Jerusalém, quando o centro do cristianismo no Oriente passou a ser a cidade de Antioquia. Embora estivesse localizada no atual território da Turquia, Antioquia exercia influência sobre a Síria devido à proximidade geográfica.

Católicos e protestantes só se estabeleceram na Síria a partir do século 18. A influência do cristianismo ocidental no país tornou-se forte a partir de 1890, principalmente devido à ascendência das escolas cristãs sobre os governantes sírios.

As igrejas evangélicas, caracterizadas pelas atividades evangelísticas, têm mudado a comunidade cristã do país, apesar das pressões que sofre. Atualmente existem mais de 700 mil cristãos na Síria.

A igreja não é uma igreja oculta ou secreta. As autoridades tentam controlar tudo no país, mantendo a polícia secreta por toda parte. Para quem anda de acordo com o sistema, não há nada a temer, mas quem desobedece sofre oposição. Evangelizar, por exemplo, é proibido pelo sistema. Então, se os cristãos não perturbarem a ordem e a harmonia social, eles têm liberdade para realizar seus cultos.

A perseguição 

A Constituição garante liberdade religiosa, embora haja restrições e laços com grupos fundamentalistas que são contrários aos cristãos. Os ex-muçulmanos sofrem com a desconfiança que paira na sociedade, causada pela polícia secreta. Eles têm medo de contar suas histórias às pessoas, até mesmo aos amigos. E a igreja, por sua vez, tem medo de receber esses convertidos, pois desconfia de que possam ser agentes do governo disfarçados - o que não é impossível de acontecer.

Há também a pressão que a família e a sociedade aplicam aos que abandonam o islamismo. Essas convenções sociais fazem com que a conversão de um muçulmano ao cristianismo seja muito rara.

Dentro do contexto de guerra, o Estado Islâmico (EI) controla grande parte do país, e com a crescente influência dos jihadistas islâmicos nas forças da oposição, os cristãos tornaram-se um grupo cada vez mais vulnerável, vivendo em zonas controladas em todo o país. Recebemos relatos de muitos sequestros de cristãos, violentados fisicamente e muitos são mortos.

Um novo desenvolvimento na guerra civil da Síria, durante 2015, foi a intervenção da Rússia. Além disso, a França, a Alemanha e a Grã-Bretanha planejaram intervenções após os ataques de Paris em novembro. Provavelmente, isso não será suficiente para salvar o regime sírio. E, exaustos, os cristãos devem continuar fugindo do país. Há muitos cristãos sírios deslocados internamente de Homs, Alepo e outras áreas. A Portas Abertas, por meio de igrejas locais, tem cuidado e apoiado esses cristãos.


3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não podemos ficar indiferente diante disso.

      Excluir
  2. Estou fazendo a minha parte orando pela Síria. E você? Faça a sua parte também, poderia sermos nós.

    ResponderExcluir

500 ANOS DA REFORMA

500 ANOS DA REFORMA

Postagens populares

.

E SE FOSSE VOCÊ?

E SE FOSSE VOCÊ?

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!
Você deseja honrar o corpo de Cristo? Não o ignore quando ele está nu. Não o homenageie no templo vestido com seda quando o negligencia do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele que disse "Este é o meu corpo" é o mesmo que diz "Tu me vistes faminto e não me destes comida" e «quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)... Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando seu irmão está morrendo de fome? Comeces satisfazendo a fome dele e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar.

João Crisóstomo, Comentário sobre Mateus

♛ Uma das características mais recorrentes das homilias de João Crisóstomo (347-407) é sua ênfase no cuidado com os necessitados. Ecoando temas do Evangelho de Mateus, ele exorta os ricos a abandonarem o materialismo para ajudar os pobres, empregando todas as suas habilidades retóricas para envergonhar os ricos e obrigá-los a abandonar o consumismo mais conspícuo:


“Honras de tal forma teus excrementos a ponto de recebê-los em vasilhas de prata quando outro homem criado à imagem de Deus está morrendo de frio?”


— João Crisóstomo