"Ao contrário de muitos, não negociamos a Palavra de Deus visando a algum lucro; antes, em Cristo falamos diante de Deus com sinceridade, como homens enviados por Deus".
2 Coríntios 2.17


quinta-feira, 3 de setembro de 2015

* Os zelotes / Quem eram? Definição


Josefo se refere aos zelotes como um quarto grupo majoritário de opinião judaica. Ele fala de Judas, o Galileu, como sendo seu fundador. Mas as raízes do movimento provavelmente remontam á época dos macabeus, quando esses zelotes tomavam os assuntos da lei nas próprias mãos e buscavam, por qualquer meio, inclusive violência, levar adiante a causa de Deus. Josefo diz a respeito deles:

Esses homens concordam em todas as outras coisas com as idéias dos fariseus; mas eles possuem um inviolável apego à liberdade; e dizem que Deus deve ser o seu único governante e Senhor. Eles também não se importam de sofrer qualquer tipo de morte nem tão pouco se incomodam com as mortes dos seus parentes e amigos nem pode qualquer desses temores fazê-los chamar de Senhor a qualquer homem. 

Embora reconheça sua tremenda voluntariosidade, Josefo também ressalta que "todos os tipos de desgraça também brotavam desses homens, e a nação estava infestada por sua doutrina em um nível inacreditável; guerras violentas sucediam-se, uma após outra. Havia sedições e assassinatos, que às vezes recaíam sobre os de seu próprio povo e às vezes sobre seus inimigos, conquista e demolição de cidades, e, por último, o próprio templo de Deus foi queimado pelo fogo de seu inimigo" (Ant. 18.1.1). Embora se considerassem patriotas, muitos deles eram um pouco melhores do que os sicários ou assassinos. Um dos doze apóstolos de Jesus era um ex-zelote (Lc 6.15). 

Fonte: 

Descobrindo o Novo Testamento de Walter A. Elwell / Robert W. Yarbrough 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

💪 Nós aprendemos com Jesus que a verdadeira masculinidade não é simplesmente manter nossos narizes limpos e nossa casa em ordem. A verdadeira masculinidade significa enxergar além de nós mesmos para amar nosso próximo – e nosso próximo é qualquer um que encontramos em necessidade. O homem de verdade livremente doa seu tempo, recursos, atenção, energia e apoio emocional para aqueles que precisam, sem se preocupar em como eles podem retribuir. Seja você casado ou solteiro, se você não está servindo ao seu próximo abnegadamente e sacrificialmente, você não está exercendo completamente a masculinidade bíblica.

Phillip Holmes



Postagens populares

.

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!

DOUTOR DA IGREJA GREGA - MAIOR PREGADOR DA IGREJA PRIMITIVA - MESTRE DA RETÓRICA, DA HOMILÉTICA!
Você deseja honrar o corpo de Cristo? Não o ignore quando ele está nu. Não o homenageie no templo vestido com seda quando o negligencia do lado de fora, onde ele está malvestido e passando frio. Ele que disse "Este é o meu corpo" é o mesmo que diz "Tu me vistes faminto e não me destes comida" e «quantas vezes o fizestes a um destes meus irmãos mais pequeninos, a mim o fizestes» (Mateus 25:40)... Que importa se a mesa eucarística está lotada de cálices de ouro quando seu irmão está morrendo de fome? Comeces satisfazendo a fome dele e, depois, com o que sobrar, poderás adornar também o altar.

João Crisóstomo, Comentário sobre Mateus

♛ Uma das características mais recorrentes das homilias de João Crisóstomo (347-407) é sua ênfase no cuidado com os necessitados. Ecoando temas do Evangelho de Mateus, ele exorta os ricos a abandonarem o materialismo para ajudar os pobres, empregando todas as suas habilidades retóricas para envergonhar os ricos e obrigá-los a abandonar o consumismo mais conspícuo:


“Honras de tal forma teus excrementos a ponto de recebê-los em vasilhas de prata quando outro homem criado à imagem de Deus está morrendo de frio?”


— João Crisóstomo


-

OREM PELOS CRISTÃOS

OREM PELOS CRISTÃOS