sexta-feira, 9 de maio de 2014

Acervo da Teologia

*Doutrina Bíblica da Iluminação / Definição


Pergunta: "O que é a doutrina bíblica da iluminação?"

Resposta: 
Em termos simples, a iluminação no sentido espiritual é "ligar a luz" do entendimento em alguma área. Quando a iluminação divina lida com novos conhecimentos ou coisas futuras, nós a chamamos de "profecia". Quando a iluminação lida com a compreensão e aplicação do conhecimento já dado, nós a chamamos de "iluminação". Surge então a pergunta: "Como é que Deus ilumina as mentes daqueles que estudam a Sua Palavra?"

O nível mais básico de iluminação é o conhecimento do pecado; sem esse conhecimento, todo o resto é inútil. Salmo 18:28 diz: "Sim, tu acendes a minha candeia; o Senhor meu Deus alumia as minhas trevas." Salmo 119, o maior capítulo da Bíblia, é uma canção sobre a Palavra de Deus. O versículo 130 diz: "A exposição das tuas palavras dá luz; dá entendimento aos simples." Este versículo estabelece o método básico da iluminação de Deus. Quando a Palavra de Deus entra no coração de uma pessoa, dá luz e entendimento. Por esta razão, somos repetidamente encorajados a estudá-la. Salmo 119:11 diz: "Escondi a tua palavra no meu coração, para não pecar contra ti." Os versículos 98 e 99 dizem: "O teu mandamento me faz mais sábio do que meus inimigos, pois está sempre comigo. Tenho mais entendimento do que todos os meus mestres, porque os teus testemunhos são a minha meditação."

O estudo regular da Palavra de Deus dá direção e compreensão nas questões da vida. Este é o primeiro método da iluminação de Deus e o ponto de partida para todos nós. No Salmo 119, encontramos também um outro tipo de iluminação de Deus. O versículo 18 diz: "Desvenda os meus olhos, para que eu veja as maravilhas da tua lei." Estas "coisas maravilhosas" não são novas revelações, mas coisas que foram escritas muito tempo antes e só agora compreendidas pelo leitor. Da mesma forma, o versículo 73 diz: "As tuas mãos me fizeram e me formaram; dá-me entendimento para que aprenda os teus mandamentos." O apelo é por entendimento pessoal para aplicar as leis de Deus. Quinze vezes neste salmo, Deus é convidado a ensinar ou dar conhecimento de Suas leis.

Uma passagem que às vezes provoca controvérsia a respeito da iluminação é João 14:26: "Mas o Ajudador, o Espírito Santo a quem o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto eu vos tenho dito." Jesus estava falando aos Seus discípulos no Cenáculo, dando-lhes as últimas instruções antes de Sua morte. Este grupo especial de homens seria responsável por espalhar as boas novas de Jesus Cristo para o mundo inteiro. Eles tinham passado três anos e meio com Ele, assistindo os Seus milagres e ouvindo os Seus ensinamentos. Ao repassar esses ensinamentos para o resto do mundo, eles precisariam da ajuda especial de Deus em lembrar-se com precisão. Jesus disse que o Espírito Santo os ensinaria e lembraria do que tinha sido dito para que pudessem corretamente transmitir a mensagem aos outros. Embora este versículo ensine que os apóstolos teriam ajuda divina em escrever os Evangelhos, ela não ensina que o Espírito faria o mesmo com todos os crentes.

Então, como funciona o trabalho da iluminação do Espírito Santo nos crentes? Efésios 1:17-18 nos diz que o Espírito dá sabedoria e revelação a respeito de Jesus Cristo e abre os olhos do entendimento para que possamos conhecer os propósitos de Deus em nossas vidas. Em 1 Coríntios 2:10-13, Deus revela os Seus planos para nós pelo Seu Espírito, o qual nos ensina as coisas espirituais. O contexto aqui aponta para a Palavra de Deus como aquilo que foi revelado. O Espírito de Deus sempre nos apontará para a Palavra de Deus para a nossa instrução. Como Jesus disse aos Seus discípulos em João 16:12-15, o Espírito simplesmente repete o que o Pai e o Filho já disseram. Esta repetição nos ajuda a lembrar e totalmente ouvir o que Deus já nos disse. Às vezes temos que ouvir coisas várias vezes para que possamos realmente "ouvi-las". É aí que o Espírito entra em cena.

Uma coisa que é às vezes negligenciada na discussão de iluminação é o seu propósito. Em ouvir alguns argumentos, parece que todo o propósito da iluminação é uma compreensão exata e acadêmica da Palavra de Deus. Não há dúvida de que Deus deseja que compreendamos corretamente o que Ele nos deu. As palavras têm significado, e devemos prestar atenção aos detalhes nessas palavras. No entanto, um entendimento acadêmico dos fatos não faz bem a ninguém se não houver uma aplicação de tais fatos.

Voltando ao Salmo 119, encontramos declarações sobre o propósito em conexão com os versículos de iluminação. "Faze-me entender o caminho dos teus preceitos; assim meditarei nas tuas maravilhas" (v. 27); "Dá-me entendimento, para que eu guarde a tua lei, e a observe de todo o meu coração" (v. 34); "Sou teu servo; dá-me entendimento, para que eu conheça os teus testemunhos" (v. 125); "dá-me entendimento, para que eu viva" (v. 144). A iluminação sempre aponta para alguma ação. Por que Deus nos ajuda a entender a Sua Palavra? Para que possamos viver em sua luz. 1 João 1:6 nos desafia: “Se dissermos que temos comunhão com ele, e andarmos nas trevas, mentimos, e não praticamos a verdade.” Podemos parafrasear esse versículo da seguinte maneira: "Se dissermos que temos sido iluminados, mas ainda andamos na escuridão, mentimos sobre a compreensão da Palavra de Deus." O Espírito de Deus, o qual nos ilumina a compreender a Palavra de Deus, pega esse conhecimento e nos ajuda a vivê-lo. Romanos 8:14 diz: "Pois todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus." A iluminação do Espírito Santo em nossas vidas é uma confirmação de que somos realmente filhos de Deus.

 

Acervo da Teologia

About Acervo da Teologia -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :