quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

Acervo da Teologia

* Visitação Pastoral / Joseph Pipa

Visitação Pastoral


Por Dr. Joseph Pipa


Deus deu aos oficiais da Sua igreja a responsabilidade de conduzir Seu rebanho. Paulo diz em Atos 20:28: “Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a Igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue”. Igualmente Pedro escreveu em 1 Pe 5:1-3: “Rogo pois aos presbíteros que há entre vós, eu, presbítero como eles, e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e ainda co-participante da glória que há de ser revelada: pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por constrangimento, mas espontaneamente, como Deus quer; nem por sórdida ganância, mas de boa vontade; nem como dominadores dos que vos foram confiados, antes, tornando-vos modelos do rebanho”.

Esta não é uma tarefa pequena. Os oficiais da Igreja darão uma resposta a Deus pelo desempenho do seu ofício. De fato, Hebreus 13:17 diz: “Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por nossa alma, como quem deve prestar contas”. Um dos principais meios para exercerem este cuidado é a visitação pastoral. Contudo, é triste dizer, as visitas pastorais não são sempre utilizadas de modo a permitir às partes envolvidas colherem os maiores benefícios espirituais. Uma coisa que você pode fazer para aumentar o proveito de uma visita pastoral – é preparar-se para ela. Se as famílias são preparadas para visitas pastorais, então o tempo gasto será extremamente mais lucrativo. Como, então, se preparar?


Fazendo um Inventário Espiritual


Em primeiro lugar, use a ocasião de uma visita pastoral para fazer um inventário espiritual da sua vida. Examine-se a si mesmo, seu relacionamento com Deus e com outros (sua família, vizinhos, colegas de trabalho, o mundo, etc.) para determinar como você está indo espiritualmente. Busque uma resposta para perguntas como: como tenho certeza de que sou um cristão? Estou comprometido com o estudo regular da Bíblia e oração? Posso dizer com certeza que diariamente estou morrendo para o pecado e vivendo mais corretamente? Que pecados estou combatendo? Posso apontar áreas na minha vida em que tenha crescido? Se você tem família, então faça a você mesmo estas perguntas: Como está a minha família espiritualmente? Que estou fazendo com vistas às devoções da família? Vejo qualquer evidência de graça nas vidas dos meus filhos? Meus filhos estão demonstrando um crescente interesse nas coisas do Senhor? Eles gostam de orar, ler a Bíblia, assistir aos cultos, cantar hinos e salmos? Se você se prepara dessa maneira, então estará capacitado para dar uma resposta explícita quando for questionado sobre seu crescimento espiritual. Além do mais, você se beneficiará espiritualmente do período de auto-exame.


Sendo Honesto a Respeito dos Seus Problemas


Deste inventário espiritual fluirá uma segunda área de preparação. Existe qualquer área em sua experiência cristã com a qual você está tenho problemas? Tiago diz em Tiago 5:16: “Confessai pois os vossos pecados uns aos outros”. A visita pastoral é a hora perfeita para ser honesto e abrir-se a respeito dos seus problemas. Está tendo problemas com o estudo consistente da Bíblia ou com as devoções familiares? Há um pecado especial que continua a levar a melhor em sua vida? Não espere até o problema ficar insuperável. Esteja preparado para compartilhar seus problemas e buscar conselho e oração com relação a eles.


Buscando o Conselho dos Seus Oficiais


Uma terceira área de preparação lida com solicitação direta de conselho. Esteja preparada para aqueles que o visitam se eles vêem alguma área – “problema” em sua vida (ou na vida dos membros da sua família) que necessita ser tratada. Não tenha receio de fazer esse tipo de pergunta. Nós todo tivemos, num momento ou outro, vendas espirituais. Buscar o conselho de outros que atravessaram dificuldades semelhantes fornecerá a você dicas úteis para lidar com os seus problemas. Da mesma forma, pergunte aos seus oficiais se há alguma coisa que você possa fazer para servir o Senhor. Todos nós prometemos apoiar o trabalho da igreja com nosso tempo, talentos e bens. Descobrir onde podemos ser úteis não apenas nos abençoa, mas também nos dá oportunidade para ser uma bênção para nossos irmãos e irmão no Senhor.


Seus Médicos Espirituais Estão Aqui Para Servi-lo


Quando uma pessoa vai ao seu médico para um check-up, geralmente ela diz como está se sentido. A pessoa avalia suas diversas dores e sofrimentos e procura determinar os que são importantes e os que não são. A tragédia é que algumas vezes uma pessoa pode deixar de contar para o médico sobre um sintoma particular por o julgarem sem importância, ou pior, porque ela receia o que ele pode significar. No entanto, aquele sintoma pode ser o primeiro aviso de alguma séria enfermidade que poderia ser tratada mais facilmente no estado presente. Se o problema é ignorado, a doença piora até que finalmente medidas mais sérias terão que ser tomadas ou, como acontece, é muito tarde para agir. Seus oficiais são médicos da sua alma. Sua tarefa será cem vezes mais fácil e mais efetiva se você se examinar e falar aberta e francamente com eles sobre suas condições e necessidades espirituais. Lembre-se que é melhor prevenir que remediar. Esta máxima é verdade para nossa vida espiritual também. Vamos praticar a medicina preventiva espiritual!


Perguntas que Podem ser Feitas por Pastores e Oficiais


“Examinai-vos a vós mesmos se realmente estais na fé. Provai-vos a vós mesmos.” (2 Co.13:5).

I – Sua compreensão de você mesmo
  • Tem certeza de que você é cristão?
  • Está envolvido com um estudo bíblico regular? Alternativamente, está tendo dificuldades com um estudo bíblico consistente e devoções familiares?
  • Como está a sua vida de oração? Ora regularmente?
  • Pode indicar áreas da sua vida em que você tem crescido recentemente?
  • Existem áreas em sua experiência cristã nas quais você está tendo problemas?
  • Há uma tentação ou pecado particular que continua a derrotá-lo espiritualmente?
  • Onde você gostaria de ver-se espiritualmente daqui a um, cinco, dez anos?
II – Sua compreensão de Deus
  • O que tem Deus lhe ensinado ultimamente a respeito dEle mesmo? Ou, que atributo de Deus tem significado mais para você ultimamente?
  • Que livros cristãos você tem lido ultimamente?
  • Você está apto para compartilhar sua fé com outros? Se não, estaria interessado em aprender como compartilhar sua fé? Gostaria de ser discipulado?
III – Sua relação com o mundo
  • Se você tem família, como está ela espiritualmente? Que está fazendo você com respeito às devoções familiares (leitura da Bíblia, oração, catecismo, etc).
  • Você vê alguma evidência de graça nas vidas dos seus filhos? Estão eles mostrando um crescente interesse pelas coisas do Senhor? Eles gostam de orar e ler a Bíblia? São batizados? Estão prontos para fazer uma profissão de fé?
  • Como está seu relacionamento com sua esposa? Filhos? Outros?
  • Como os outros vêem seu caminhar como cristão (em casa, vizinhos, no trabalho, na igreja, etc)?
  • Como está procurando influenciar o mundo ao seu redor com a sua fé cristã?
IV – Seu relacionamento com a Igreja
  • O que gostaria de ver “melhorar” em nossa Igreja?
  • O que você especialmente gosta sobre nossa igreja?
  • Que espécie de opinião/conselho podemos deixar para você desta vez?


Acervo da Teologia

About Acervo da Teologia -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :