terça-feira, 24 de setembro de 2013

Acervo da Teologia

* Deusa Suméria Inana / Associada Com a Prostituição

SEXUALIDADE E RELIGIÃO NOS HINOS SUMÉRIOS A ISTAR


DEUSA ISTAR DA SEXUALIDADE

Ezequiel 23 - A metáfora sexual utilizada por Ezequiel para demonstrar a apostasia de Israel e Judá é explícita. Comparando os amantes de Oolá (Samaria) e Oolibá (Jerusalém) com nações estrangeiras - o Egito e a Assíria. Ezequiel faz o uso da imagem de Oseias, que apresenta Israel e Judá como prostitutas. A ligação que os profetas estabeleciam entre a sexualidade o o paganismo não deve ter surpreendido os israelitas: eles viam todas as provas ao seu redor e sabiam que desde os tempos antigos muitos dos deuses das nações eram caracterizados por forte erotismo.

  A deusa suméria Inana, que mais tarde se fundiu com a acádia Istar, era a deusa suprema dos mesopotâmios. Na mitologia de Inana/Istar, ela está associada com a prostituição. A natureza explícita de Ezequiel 23 é de muitas formas evocada nos textos mesopotâmios de louvor a Istar. Num desses documentos, Istar conhece seu amante, Dumuzi (Tamuz). 




 Referindo-se aos próprios órgãos sexuais como "um campo bem irrigado", ela pergunta: "Quem o lavrará?". A resposta: "Dumuzi o lavrará para você". Outro texto elogia os seios de Inana, comparando-os a "um campo fértil". 

  Muitos desses textos provavelmente estavam associados a rituais que envolviam a prostituição sagrada. Esses ritos eram executados com regularidade, na suposição de que evocariam a bênção da deusa. Embora não possamos ter certeza de que Ezequiel pensava em Inana/Istar ao pintar esse retrato cáustico de Jerusalém e Samaria, é interessante notar os paralelos no tema da sexualidade entre Ezequiel 23 e os vários hinos compostos para essa divindade da Mesopotâmia. 

Ver "A descida de Istar aos infernos", em Jz 6.  2 Ver "Prostituição no mundo antigo", em Dt 23.

Bíblia de estudo arqueológico
Portal Teologia & Missões 


Acervo da Teologia

About Acervo da Teologia -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :