segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Portal Teologia & Missões

*Docetismo / Definição

Docetismo (gr. dokein, "aparentar") é uma heresia do final do século I que afirmava que Jesus apenas aparentava ser humano (Kelly, p.141).

O docetismo é: a afirmação de que o corpo humano de Cristo era um fantasma e de que seus sofrimentos e morte foram meras aparências. "Se sofreu, não era Deus; se era Deus, não sofreu." (Bettenson, 49).

Negavam a humanidade de Cristo, mas afirmavam a divindade. O docetismo já estava presente no final da época do NT, como é evidente pela exortação de João, o apóstolo, sobre aqueles que negam "que Jesus Cristo veio em carne" (1Jo 4.2; cf. 2Jo 7)

Jesus era completamente humano:
  • Ele tinha ancestrais humanos (Mt 1.20-25; Lc 2.1-7);
  • Jesus teve concepção humana, um nascimento humano (Lc 2.4-7);
  • Jesus teve uma infância humana (Lc 2);
  • Jesus passou fome humana (Jesus jejuou 40 dias e no final, diz lucas, teve fome);
  • Jesus teve sede humana (Jo 4.6,7));
  • Jesus sentiu cansaço humano (Jo 4.6);
  • Jesus teve emoções humanas (Jo 11.35);
  • Jesus tinha um senso de humor humano (Jo 21.5);
  • Jesus teve tentação humana (Mt 3; Mt 26.38-42);
  • Jesus era de carne e osso humanos (Hb 2.14);
  • Jesus sentiu dor humana (Mt 27.34);
  • Jesus teve uma morte humana (Mt 16.21; Rm 5.8; 1Co 15.3; Ef 2.13)
Uma resposta teológica
A negação da humanidade de Cristo é um erro tão grave quanto negar sua divindade. Se Jesus não é Deus e humano, não pode mediar entre Deus e humanos (1Tm 2.5). A salvação envolve a reconciliação dos seres humanos com Deus (2Co 5.18,19). Isso só é possível se Deus se torna humano. Negar a verdadeira humanidade de Cristo é negar a base de nossa reconciliação com Deus. É por isso que a igreja primitiva condenou o docetismo.

Fonte:  Todah Elohim 

Portal Teologia & Missões

About Portal Teologia & Missões -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :