sexta-feira, 22 de abril de 2011

Acervo da Teologia

*Deputado Federal Jean Wyllys e Sua Revolta Contra o Cristianismo

A paz de Cristo meus amados irmãos em Cristo.

Concordo com o que foi postado no blog do nosso amado Pr.Artur Eduardo /Fatos em Foco. Porém a luta do Excelentíssimo deputado, com todo respeito será vã, o cristianismo subsiste há mais de 2.000 anos, muitos foram e são mortos e perseguidos até hoje, porém, os cristãos estão aí firmes e fortes, e ao contrário do que ele diz, são pessoas inteligentes, centradas, de bom senso, e principalmente de paz, que parece não ser a bandeira do excelentíssimo deputado, uma pena, para alguém que se diz representante do povo.

DEPUTADO OFENDE CRISTÃOS E AFIRMA QUE TRABALHARÁ INCANSAVELMENTE PARA "DIMINUIR A INFLUÊNCIA DO CRISTIANISMO NA SOCIEDADE".

O recém-eleito deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) que conseguiu alguma notoriedade participando do programa Big Brother Brasil da Rede Globo, lançou, na semana passada, uma campanha de combate ao cristianismo. Em sua página do Twitter, Jean publicou várias mensagens dizendo que cristãos são doentes, homofóbicos, preconceituosos, violentos, ignorantes e fanáticos, e que ele se dedicará ainda mais a eliminar a influência do cristianismo na sociedade. O deputado enfatizou que seu mandato tem como foco a defesa dos interesses da militância gay e o combate a seus “inimigos”.

O deputado, que é membro da Frente Parlamentar LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e travestis) no Congresso Nacional, aproveitou para convocar seus seguidores para se juntar a ele em sua guerra particular. Jean obteve respostas diversas: angariou o apoio previsível de seus seguidores militantes da causa gay, e provocou a reação de inúmeros outros usuários da rede social, indignados com as ofensas do parlamentar aos cristãos e com seus ataques à liberdade de expressão, religião e comunicação.

Jean promove uma campanha de censura a usuários do Twitter que são contrários às idéias que ele defende, como o “casamento” homossexual, as cartilhas de suposto combate à “homofobia” do MEC (mais conhecidas como Kit Gay) e o PLC 122/2006 (lei da mordaça gay), projeto de lei que pretende transformar em crime qualquer crítica ou oposição ao comportamento homossexual ou às pretensões do lobby gay. Uma das primeiras vítimas da campanha censória de combate ao cristianismo deflagrada por Jean Wyllys foi o usuário Carlos Vendramini.

Valendo-se do direito que qualquer cidadão possui em uma democracia, Vendramini fez, no Twitter, críticas ao Kit Gay, ao PLC 122/06 e a outros projetos dos militantes gays e aos parlamentares que os apóiam, como Jean Wyllis, Marta Suplicy e Cristovam Buarque, dentre outros. Incomodado com as críticas, o deputado disse, em seu blog, que estava acionando advogados da Frente LGBT para censurar o perfil de Vendramini, que Jean imagina ser “membro fundamentalista de uma parcela conservadora da direita católica em São Paulo” (sic) e estar praticando “perseguição” a ele.


FONTE:
http://artureduardo.blogspot.com/2011/04/deputado-gay-ataca-o-cristianismo.html.html

Acervo da Teologia

About Acervo da Teologia -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :