terça-feira, 31 de agosto de 2010

Acervo da Teologia

*Niilismo / Significado

                             O que é Niilismo:

Niilismo é uma doutrina filosófica que afirma um pessimismo e ceticismo absolutos perante qualquer realidade possível. Consiste na negação de todos os princípios religiosospolíticos sociais.

Este conceito teve origem na palavra em latim nihil, que significa "nada". O sentido originalmente outorgado por F.H. Jacobi e Jean Paul, e que foi retomado por Nietzsche, denota a falta de convicção em que se encontra o ser humano após a desvalorização de qualquer conteúdo de crença, que leva à consciência do nada e ao absurdo.

Como atitude crítica frente às convicções sociais, o termo aparece na obra de Turgeniev "Pais e Filhos". Nesta obra literária, um personagem afirma: "Um niilista é um homem que não se curva ante qualquer autoridade; nem aceita nenhum princípio sem exame, qualquer que seja o respeito que esse princípio envolva".

Na Rússia, se aplicou o termo "niilista" ao movimento revolucionário durante a segunda metade do reinado de Alexandre II. Os primeiros niilistas, seguidores das ideias de Pisarev, exigiram que a realização do progresso social só fosse possível a partir de uma reconstrução científica da sociedade.

Desde 1870, o niilismo evoluiu para uma atitude de protesto mais radical, que se separou das concepções materialistas e coincidiu em alguns pontos com o movimento anarquista.

Niilismo moral, ético, existencial, político e negativo

O niilismo moral (ou niilismo ético) consiste em um ponto de vista em que nenhuma ação pode ser considera moral ou imoral.
O niilismo existencial significa que a existência do ser humano não tem qualquer sentido ou finalidade e por isso o homem não deve procurar um sentido e um propósito para a sua existência.
O niilismo político tem como fundamento que a destruição de todas as forças políticas, religiosas e sociais, são essenciais para um futuro melhor.
O niilismo negativo, que deu origem a todos os outros, consiste na negação do mundo perceptível aos sentidos, para buscar um mundo ideal, um paraíso. Teve origem graças ao platonismo e Cristianismo.

Nietzsche e Niilismo

De acordo com Nietzsche, o niilismo pressupõe a morte da Divindade Cristã e seus princípios. O homem se despede assim dos valores morais e regras estabelecidas por essas doutrinas.
Para Nietzsche, existem dois tipos de niilismo: o passivo e o ativo. O niilismo passivo pode ser visto como uma espécie de evolução de uma pessoa, apesar de não haver uma mudança dos valores. Por outro lado, o niilismo ativo vira todas as suas forças para a demolição da moral, sendo que tudo fica no vazio e o absurdo ganha preponderância, de tal forma que o niilista só tem como solução esperar ou causar a sua própria morte.

Acervo da Teologia

About Acervo da Teologia -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :

1 comentários:

Write comentários
JUNIOR OMNI
AUTHOR
31 de agosto de 2010 20:59 delete

*** REPASSEM A TODOS!!!
________________________________________________
TESTEMUNHO VERÍDICO: Rock - a música do inferno
WWW.A-VISAO-DO-INFERNO.BLOGSPOT.COM
________________________________________________

Nasci em Novembro do ano de 1979, no alto da Móoca, em São Paulo. Meus pais moravam em São Vicente - litoral paulista.

Meus irmãos moravam também na mesma casa; ao todo, cinco pessoas compunham a minha família.

Meu pai era um grande fã das bandas de “ROCK IN ROLL”. Nesta época ele possuía uma grande coleção de discos.

Eu nasci no “BERÇO DO ROCK” e aprendi a gostar desse estilo musical ainda no ventre de minha querida mãe. Com o passar dos anos eu fui conhecendo outras bandas de rock.

Cada vez mais meu pai comprava novos discos para ouvir em casa; pois, possuía uma boa aparelhagem de som, e também sabia construir suas próprias caixas amplificadas.

Alguns discos eram “ESTRANHOS”, com desenhos de “MONSTROS”, “MORCEGOS”, “MULHERES NUAS” e até mesmo “DEMÔNIOS”.

EM CASA EU SEMPRE PERCEBIA MEU PAI NERVOSO, E ÁS VEZES BRIGAVA COM A GENTE SEM MOTIVO NENHUM.

Em 1985 meus pais mudaram para a cidade de Suzano, na grande São Paulo. Meu pai, porém, continuou comprando seus discos prediletos. De mês em mês ele comprava um novo disco de rock, e eu ouvia a todos eles.

Tentando entender o que os cantores diziam nas músicas, eu comecei a estudar inglês em minha própria casa, através de livros, revistas, fitas k7, vídeos etc...

Aos 12 anos de idade eu comecei a fumar, logo fui perdendo o desejo de estudar; e assim comecei a faltar na escola, pois já estava sendo enganado e dominado pelas influências satânicas do “ROCK IN ROLL”.

Entrei pelo caminho da prostituição aos 14 anos, já fumava e bebia cerveja com os “amigos”.

Na tentativa de viver “livre” e em “paz” eu caminhava para o fundo do poço a cada dia que passava.

PROFANEI O LEITO DE MEUS PAIS COM UMA “namorada”, EU COM 14 E ELA COM 12 ANOS DE IDADE.

Nós nos sentíamos “adultos” e muito “responsáveis” longe dos nossos pais.
Quando completei 15 anos eu abandonei a escola, minha mãe ficou muito triste com essa má decisão.

Em casa eu brigava diariamente com minha mãe e discutia com meus irmãos. Sempre dizia para a minha mãe:

“EU ODEIO VIVER, EU QUERO MORRER, EU NÃO PEDI PARA NASCER”.

A minha mente fora apagando em ritmo acelerado, sem que eu pudesse perceber, pois, não havia em mim forças para raciocinar acerca do perigo que me cercava.

CHEGUEI A QUEIMAR POR VÁRIAS VEZES MEUS CDs DE ROCK, MAS NADA ADIANTOU; EU COMPRAVA OUTROS NOVAMENTE.

SENTIA-ME UM DROGADO, APRISIONADO PELO ROCK.

Diante daquele cenário eu pude contemplar entre lágrimas a tamanha crueldade de satanás e seus anjos, percebi também que...

“O INFERNO É REAL”.

“O INFERNO É REAL”.

“O INFERNO É REAL”.

JUNIOR_SILVA_739@HOTMAIL.COM

TESTEMUNHO VERÍDICO: Rock - a música do inferno

WWW.A-VISAO-DO-INFERNO.BLOGSPOT.COM

Reply
avatar